Do cacau ao chocolate


Apaixonante. É assim que muitos de nós descreveríamos o chocolate, um dos produtos mais consumidos diariamente no mundo. Mas o que poucos sabem é a origem do doce e viciante produto, que é feito a partir do cacau.

O fruto, proveniente de uma árvore chamada Theobroma (ou palmeira-cacau), é originário da América do Sul e Central, mais precisamente entre a Guiana, Venezuela e Amazonas. Honduras e México também são países onde é possível encontrar o fruto do cacaueiro, apesar de não ser possível determinar quando a iguaria foi descoberta e nem como.

O chocolate é feito somente com as sementes do cacau, que são secas, fermentadas e moídas

O chocolate é feito somente com as sementes do cacau, que são secas, fermentadas e moídas.

Mas a verdade é que o amor pelo chocolate é milenar. Os astecas já cultivavam o cacau e consideravam o chocolate uma preciosidade, mas não da maneira como conhecemos atualmente. No início, o chocolate era consumido como uma bebida, amarga e forte, chamada de “xocoatl”.

De  fundamental importância para a cultura asteca, o fruto caiu nas graças do povo espanhol durante o século 16 e viajou o mundo. Pelo caminho encontrou um grande aliado: o açúcar. A partir de então, o chocolate passou por diversas transformações até se tornar a deliciosa iguaria que consumimos e amamos atualmente.

Mas, como é feito o chocolate?

O cacau é uma fruta grande que, ao atingir certo ponto de maturação, é colhida e conservada por alguns dias até amadurecer por completo. Depois são retiradas as sementes, que são ressecadas, assadas, fermentadas e moídas, até que o resultado de todo o processo seja dois produtos: a manteiga e o pó de cacau.

O chocolate branco é feito somente com açúcar e a manteiga de cacau

O chocolate branco é feito somente com açúcar e a manteiga de cacau.

Em proporções diferentes, esses ingredientes dão origem aos três tipos de chocolate que temos hoje no mercado. O chocolate amargo é feito com a manteiga do cacau, o açúcar e o pó de cacau, enquanto que no chocolate ao leite, como o próprio nome já diz, é acrescentado leite à mistura. Nele, a proporção de pó de cacau não passa dos 35%, enquanto no chocolate amargo pode variar de 20% a 80%. Para o chocolate branco, usa-se somente o açúcar e a manteiga de cacau, sem o pó.

O chocolate na gastronomia

Há quem prefira o chocolate puro ou em doces maravilhosos. Existem os que não abrem mão de um saboroso fondue de chocolate com frutas e ainda aqueles que amam o tradicional sorvete de chocolate com calda. Mas o produto também é muito utilizado na gastronomia, como ingrediente fundamental para acompanhamentos, molhos ou recheios de receitas salgadas.

A quantidade de pó de cacau e o acréscimo de outros ingredientes, como o leite, é que diferenciam os diferentes tipos de chocolate

A quantidade de pó de cacau e o acréscimo de outros ingredientes, como o leite, é que diferenciam os diferentes tipos de chocolate.

Seja como for, o chocolate é um produto que merece todo o nosso amor e muitas homenagens. Por isso, listamos receitas saborosas, ideais para um café da manhã, almoço ou lanche, que têm o chocolate como estrela principal. Confira:

Bolo mármore de dois chocolates
Fettuccine de chocolate ao molho de cream cheese
Pipoca gourmet com chocolate
Crostini com pasta de chocolate e azeitonas
Brioche de chocolate e açafrão

Viu como o chocolate é um ingrediente versátil e saboroso? Tem alguma receita especial feita com ele? Compartilhe conosco nos comentários.

1 comentário


Tenho uma receita simples e de poucos ingredientes:

BOLO DE CHOCOLATE ALCALINO SEM GLÚTEN E SEM LACTOSE

Ingredientes:
1 Xícara de farinha de arroz,
1 Xícara de açúcar mascavo,
1/2 Xícara de cacau em pó alcalino(compro em loja de produtos naturais, pois é isento de açúcar),
1/2 Xícara de Óleo de côco,
3 ovos,
1 Xícara de água fervente,
1 Colher(sopa) de fermento em pó.
* você pode acrescentar na massa 1 colher(sopa) de semente de chia(opcional)
MODO DE PREPARO:

Bata na batedeira: o açúcar com os ovos. Coloque o óleo, o cacau e mexa com uma espátula(para que nao suje tudo). Acrescente a água fervente. Mexa bem e deixe esfriar um pouco. Acrescente a farinha de arroz e por último o fermento em pó e misture.
Unte a forma com óleo de côco, pre-aqueça o forno a 180*c, leve para assar por aproximadamente 35 minutos. Resultado: bolo mega fofinho, vale a pena experimentar. se alguém fizer poste os comentários o que acharam, as crianças vão gostar e quem tem DC( doença celíaca).

Artigos Sugeridos

Todos os Posts